Cyborg 009 – The Cyborg Soldier (2001)

 

Nome original: サイボーグ009
Ano: 2001
Número de episódios:  51
Extensão: MKV
Áudio: Japonês
Legenda: Português (BR) – Karaokê e Créditos (HardSub)/ Tradução (SoftSub)
Codec de Vídeo: H264
Codec de Áudio: MP3
Resolução: 720×480

Sinopse: Nove humanos, raptados de seus lares ao redor do mundo, são sujeitos a experimentos cibernéticos nas mãos da maligna organização Fantasma Negro. Um menino órfão acorda em um misterioso laboratório e descobre que possui super poderes e um novo nome: Cyborg 009. Criado pelo comerciante da morte Black Ghost para ser um robô especializado em lutas, Cyborg 009 planeja uma fuga espetacular a fim de se aliar com outros robôs como ele, na tentativa de destruir o seu criador maligno.

46 ideias sobre “Cyborg 009 – The Cyborg Soldier (2001)

  1. Velhoo, finalmente um lugar que eu provavelmente vou conseguir baixar esse anime que marcou minha infância… se bem que eu vendo aqui vocês não produzem nada desde julho, eu só espero que o site não fique esquecido, que irônico se isso acontecesse

  2. Pingback: Super presente de Natal e Ano Novo! Projetos novos, episódios, OADs, OVAs e muito mais! | Wasureta Fansub

    • Soma, me add no skype e conversaremos melhor sobre isso: miyu.kyuuketsuki
      Acredito que essa temporada em específico seja meio difícil (já começamos e temos a equipe completa), mas podemos conversar sobre os projetos de Cyborg 009 (tem muita coisa para ser feita ainda ^^)

  3. Parabéns pela motivação e dedicação, estou ansioso para poder perminar de ver este anime depois de tantos anos!
    Grande Abraço à todos do Fansub!

  4. Olá tenho muita coisa sobre Cyborg 009, se tiver interesse podemos nos comunicar e eu lhe passo. Estou com o mesmo problema, parei meu projeto por falta de tradutores e fiz o mais difícil que é conseguir as séries antigas. Tenho a série de 1968 (26 ep) completa em japonês, a de 1979 (50 ep) completa em italiano / japonês e a de 2001 (51 ep) completo em portugûes / inglês completo e sem censura. Estou conseguindo os filmes aos poucos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *